1/1

Quando surgiu a primeira bateria?


Se você é um apaixonado por percussão, com certeza tem olhos atentos para a bateria. Esse instrumento é essencial em uma banda, seja de qual for o estilo. Mas você sabe qual é a história da bateria? Quando surgiu e como se tornou o que conhecemos hoje? Continue a leitura deste texto e saiba mais!

Há muito tempo atrás, na pré-história…

Para explicarmos melhor como a história da bateria começou, temos que separar seus componentes. Os tambores foram as primeiras partes a nascer, no período neolítico, na pré-história. Esses tambores eram feitos com pedaços de troncos cobertos com couro ou pele animal e eram utilizados em rituais sagrados e atividades festivas.

Milhares de anos depois…

Até a chegada do século XX, a estrutura desses tambores foi ganhando outras formas e outras utilidades. Neste mesmo século, algumas orquestras e bandas do exército já tinham como integrantes os percussionistas, que se dividiam geralmente em 3 posições: um na caixa, um no bumbo e outro no prato.

O nascimento dos pedais

Com todas essas mudanças nos componentes, viu-se a necessidade de juntar os instrumentos para que uma única pessoa pudesse tocá-los simultaneamente. Foi aí que o alemão William F. Ludwig desenvolveu a primeira versão eficiente de um pedal para bumbo. A ideia deu tão certo que junto com seu irmão Theobald, fundou a empresa de instrumentos de percussão Ludwig Drums, que teve uma ascensão em sua popularidade na década de 1960 através do baterista Ringo Starr, dos Beatles.

Estantes, peles e o que conhecemos hoje

Depois dos pedais, outra invenção chegou para dar forma ao que conhecemos da bateria: as estantes. Elas facilitaram muito no suporte de suas peças, mantendo-as totalmente acopladas em um só instrumento.

As peles, que até então tinham origem animal, passaram a ser sintéticas. Isso possibilitou um ajuste na adaptação dos tons.

Com o passar dos anos e com o crescimento de estilos como o rock, a bateria foi se tornando cada vez mais popular. Os fabricantes passaram a oferecer peças mais resistentes e de melhor qualidade e itens variados puderam ser inseridos, como hi-hat e o pedal duplo. A chegada da bateria eletrônica veio para completar a versatilidade desse instrumento, trazendo consigo a possibilidade da utilização de sons pré-gravados.

E então, pronto para tocar bateria?

Qualquer bateria pode ser personalizada de acordo com o estilo da música e forma de tocar do baterista. A prática diária é essencial para a rápida progressão de suas habilidades.

Por isso, contar com aulas e orientação é o primeiro passo ser um especialista. Aqui na EM&PM Escola de Música você pode aprender a tocar bateria ou aperfeiçoar suas técnicas com todo apoio do professor, por meio de aulas presenciais ou online.

Quer saber mais sobre o nosso curso e agendar uma entrevista? Clique aqui e fale conosco!


Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon